quinta-feira, 18 de julho de 2024
publicidade publicidade

Veja detalhes de concurso unificado federal com 8 mil vagas

Pode ser que haja bancas diferentes por bloco temático. O processo de licitação das empresas ainda está ocorrendo

Com o objetivo de agilizar a contratação de servidores e reconstruir a capacidade dos órgãos após a perda de cerca de 73 mil servidores nos últimos seis anos, o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) anunciou a realização do concurso nacional unificado, uma espécie de Enem dos concursos.

O certame busca preencher cerca de 8 mil vagas já autorizadas para 50 órgãos e entidades públicas do Governo Federal. A data inicial apresentada para a prova era 25 de fevereiro, mas elas devem acontecer em março em cidades de todo o país, incluindo as 27 capitais.

Os órgãos autorizados a realizar concursos públicos poderão aderir ao certame unificado até o dia 29 de setembro, em caráter voluntário, mas a expectativa é de que o MGI tenha novidades ainda nesta semana. Os editais têm previsão de serem publicados até 20 de dezembro.

A seleção será feita em duas partes, com provas objetivas de matriz comum a todos os candidatos, e com provas específicas e dissertativa.

Como o governo se organiza por áreas, haverá a divisão por blocos temáticos, que são o conjunto de carreiras relacionadas à atuação do Estado em uma determinada área, como social, ambiental e da regulação. Assim, haverá um edital para cada bloco temático. O candidato terá de escolher um bloco e poderá concorrer a todas as vagas que estiverem disponíveis ali, independentemente do número de órgãos.

Pode ser que haja bancas diferentes por bloco temático. O processo de licitação das empresas ainda está ocorrendo.

O certame terá validade de pelo menos dois anos, e também irá formar um cadastro reserva, que pode ser até três vezes maior que o número de vagas autorizadas.

Por Camila Bairros do Jornal de Brasília

Foto: Reprodução Jornal de Brasília

Posts relacionados