segunda-feira, 15 de abril de 2024
publicidade publicidade
  • Turismo quer fortalecer atividades ecológicas e internacionalizar Brasília

    Ao CB.Poder de 13/12 o Secretário do Turismo do Distrito Federal avalia que o ano de 2023 foi positivo para a retomada do setor turístico na capital

    O setor turístico de Brasília passou por uma retomada e teve saldo positivo ao final de 2023. A avaliação é do secretário do Turismo, Cristiano Araújo, que detalhou ao CB.Poder — parceria entre o Correio Braziliense e a TV Brasília — os esforços feitos para ampliar a internacionalização das rotas aéreas e também melhorar a infraestrutura para o ecoturismo em trilhas e cachoeiras, atividades que foram mais procuradas a partir da pandemia. Em entrevista aos jornalistas Sibele Negromonte e Samuel Calado, o representante da secretaria também comenta sobre a reabertura do Salão Nacional do Turismo, evento para toda população que chega ao DF pela primeira vez na próxima sexta-feira.

    Cristiano Araújo conclui que, neste ano, Brasília se fortaleceu como cidade turística. “Foi um ano extremamente positivo para a secretaria de turismo e para Brasília. Isso não sou eu quem diz, mas sim os números de arrecadação de impostos e de geração de empregos. Toda essa base que sofreu muito na pandemia, está se recuperando e revestindo”, explicita.

    Dentre as áreas de maior interesse do público, o secretário destaca o ecoturismo, com práticas esportivas e de lazer ao ar livre, aproveitando os espaços verdes e cachoeiras. “De uma maneira geral, o ecoturismo em Brasília cresce demais. Temos empresas especializadas em fazer essas caminhadas em cachoeiras. Nós temos as vinícolas. Então, é grande a riqueza”. Mesmo assim, ressalta, a área ainda precisa de cuidados, “nossa ideia é justamente criar infraestrutura para receber esse turismo, não adianta o turista ir numa cachoeira se ela não está sinalizada. Hoje estamos caminhando em relação a isso”, acrescenta.

    A secretaria de Turismo também almeja angariar o público que passa pelo Aeroporto Internacional de Brasília, que hoje tem conexões com todos os estados do Brasil, além de regiões fora do país. “Na parte internacional, nós conseguimos alguns voos para Lima, no Peru, para Argentina, na semana passada, mais voos diários para Miami e estamos negociando para trazer algum voo para parte do Chile, pensando na alta temporada”, planeja.

    *Estagiário sob supervisão de Márcia Machado

    Por João Carlos Silva do Correio Braziliense

    Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press / Reprodução Correio Braziliense

    Posts relacionados