sábado, 20 de abril de 2024
publicidade publicidade

“Tira esses vagabundos do Congresso”, disse Ibaneis ao chefe da Segurança no último domingo

Em mensagem de WhatsApp, governador pediu o “máximo possível” de prisões após ver avanço de vândalos na Praça dos Três Poderes

Em depoimento espontâneo à Polícia Federal nesta sexta-feira (13/01), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, afastado por 90 dias, destacou que não foi omisso com relação aos atos de vandalismo do último domingo (8), quando invasores depredaram as sedes dos três Poderes da República. Para comprovar indignação quanto ao ocorrido, Ibaneis mostrou mensagem enviada ao secretário interino de Segurança Pública, Fernando Oliveira de Souza.

“Tira esses vagabundos do Congresso e prenda o máximo possível”, disse o governador em mensagem de WhatsApp ao então chefe da pasta assim que soube do avanço de vândalos na Esplana dos Ministérios, em direção aos três Poderes da República. O envio foi feito às 15h39, após dizer também para “colocar tudo na rua”, referindo-se ao efetivo de policiais a fim de conter a ação.

Ibaneis acrescentou também que foi “absolutamente surpreendido com a falta da resistência exigida para a gravidade da situação por parte da PMDF [Polícia Militar do DF]. No relato feito, o mandatário destacou que foi informado, às 13h23, por meio de áudio do secretário interino, que a situação era pacífica, sendo levado a acreditar que tudo estaria sob total controle das forças de segurança da capital. Confira o que foi dito no áudio recebido pelo governador:

“Governador, passar o ultimo informe aqui do meio dia para o senhor. Tudo tranquilo. Os manifestantes estão descendo lá do SMU [Setor Militar Urbano], controlado, escoltado pela policia. Tivemos uma negociação para eles descerem de forma pacífica, organizada, acompanhada. Toparam. […] Então assim, tá um clima bem tranquilo, bem ameno, uma movimentação bem suave e a manifestação totalmente pacífica. Até agora, nossa inteligência está monitorando, não há nenhum informe de questão de agressividade ligada à esse tipo de comportamento. Então esse é o último informe para o senhor”, disse.

 

Por Vítor Mendonça do Jornal de Brasília

Foto: Ibaneis em discurso após a posse. Foto: Reprodução/TV Câmara / Reprodução Jornal de Brasília

Posts relacionados