quinta-feira, 18 de julho de 2024
publicidade publicidade

Socioeducandos de Santa Maria produzem curta-metragem

Trabalhos na unidade estimulam a arte com aulas de música, operação de câmera e edição de vídeo, entre outras atividades

“Luz, câmera e ação” é uma expressão que passou a fazer parte do dia a dia dos socioeducandos da Unidade de Internação de Santa Maria (UISM), gerida pela Secretaria de Justiça e Cidadania do DF (Sejus). Oficinas profissionalizantes nas áreas de artes cênicas e música foram inseridas no sistema socioeducativo do DF e já começaram a produzir frutos, como a produção do curta-metragem Domingo.

O filme começou a ser gravado em julho de 2022, a partir do projeto UISM Audiovisual: Cena na medida, idealizado pelos especialistas socioeducativos Ingreth Adriano e Fernando Meira. O curta foi selecionado para a inauguração do Espaço Cultural da Escola Superior do Ministério Público.

“Esses projetos auxiliam os socioeducandos a desenvolver e ampliar habilidades socioemocionais”, afirma a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani. “A educação e a cultura são fundamentais na reintegração social, e as iniciativas apresentadas pelos servidores auxiliam os adolescentes nesse processo.”

Teoria e prática

O curta-metragem Domingo foi desenvolvido por quatro jovens. Eles se revezaram entre roteiro, atuação, captação de imagens e edição. Todo o processo foi supervisionado pelos especialistas socioeducativos da UISM.

“O projeto busca proporcionar aos socioeducandos acautelados na unidade experiências artísticas e culturais que possibilitem o protagonismo juvenil e a profissionalização no campo das artes cênicas, da música e do audiovisual”, explica Ingreth Adriano. “Com a oficina audiovisual, os jovens entram em contato com fotografia, escrita de roteiro, direção geral, teatro, musicalização, operação de câmera e edição de vídeo. Ao concluir a parte teórica, os jovens participantes do projeto são convidados a colocar em prática os conhecimentos adquiridos.”

O subsecretário do Sistema Socioeducativo da Sejus, Daniel Fernandes, lembra que ações dessa natureza impactam positivamente a vida dos socioeducandos. “A realização de projetos como o UISM Audiovisual: Cena na medida contribui para uma ressignificação do espaço da unidade de internação para os adolescentes envolvidos no projeto”, diz. “[A unidade] funciona também como um ambiente de novas perspectivas e abertura de horizontes, proporcionando o acesso a novos conhecimentos, a um maior contato com formas de fazer arte e cultura e a novos espaços”.

Cartas e inspiração

Domingo começou com um projeto de escrita poética. Ao longo do cumprimento da medida socioeducativa, os jovens utilizam a escrita como forma de expressão. Eles escrevem cartas para os familiares, e isso acaba se tornando uma forma de expor os sentimentos e desejos. A partir dos textos escritos, surgiu a ideia de criação de cenas com essa temática. 

Outras ações 

Socioeducandos que estão na Unidade de Internação de Santa Maria também participam de outras ações de integração e crescimento social, como a cobertura fotográfica/audiovisual do I Festival de Cultura e Lazer do Sistema Socioeducativo, torneio de futsal, Fórum Nacional de Dirigentes Governamentais de Entidades Executoras da Política de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fonacriad), festas juninas e cantatas de Natal, entre outros eventos.

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/Sejus / Reprodução Agência Brasília

Posts relacionados