segunda-feira, 15 de abril de 2024
publicidade publicidade
  • Secretarias do DF contratam mão de obra carcerária

    Parceria entre Sejus e Seape visa incentivar atividades destinadas a ressocializar por meio de capacitação profissional

    “Precisamos entregar à sociedade um cidadão diferente do que foi recolhido ao cárcere, e isso só é possível se oferecermos oportunidades” Wenderson Teles, secretário de Administração Penitenciária

    Uma parceria entre a Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap) – órgão ligado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) – e a Secretaria de Administração Penitenciária (Seape) vai viabilizar a contratação de mão de obra carcerária, com a iniciativa privada, em atividades destinadas à capacitação profissional. Os trabalhos serão desempenhados nos âmbitos extramuros e intramuros nas unidades prisionais.

    “Acreditamos que os pilares para a reinserção social e o retorno do reeducando ao convívio social são a educação, qualificação profissional e trabalho”, afirma o secretário de Administração Penitenciária, Wenderson Teles. “Precisamos entregar à sociedade um cidadão diferente do que foi recolhido ao cárcere, e isso só é possível se oferecermos oportunidades. Sem dúvida, a contratação de mão de obra carcerária é o caminho para que a ressocialização ocorra efetivamente. ”

    “Nossa missão é contribuir para a recuperação social do preso e para a melhoria de suas condições de vida, oferecendo treinamento profissional e oportunidades de trabalho remunerado, buscando a diminuição da criminalidade” Deuselita Martins, diretora-executiva da Funap

    Recuperação 

    “Essas oportunidades de trabalho, sobretudo as que ofertam cursos profissionalizantes para os egressos, servem como um efetivo instrumento de ressocialização, pois aprimoram o desenvolvimento de habilidades dos reeducandos, auxiliam na educação e promovem a empregabilidade”, avalia a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani. “É notório o auxílio que essas vagas significam para os reclusos e suas famílias. ”

    Os interessados deverão se dirigir à sede da Funap (SIA Trecho 2, lotes 1835/1845), onde poderão preencher requerimento como tomadores de serviço endereçado à Diretoria Executiva da fundação, anexando os documentos e cumprindo os termos exigidos na  Resolução nº 02/2019.

    “Nossa missão é contribuir para a recuperação social do preso e para a melhoria de suas condições de vida, oferecendo treinamento profissional e oportunidades de trabalho remunerado, buscando a diminuição da criminalidade no âmbito do Distrito Federal”, explica a diretora-executiva da Funap, Deuselita Martins. Ela lembra ainda que as empresas terão custo reduzido na contratação de reeducandos.

    Confira mais detalhes da chamada pública da Funap.

    *Com informações da Sejus

    Por Agência Brasília

    Foto: Divulgação/Sejus / Reprodução Agência Brasília

    Posts relacionados