quinta-feira, 18 de julho de 2024
publicidade publicidade

Rede de bancos de leite do DF é considerada a melhor do país

Brasília é homenageada pelo Ministério da Saúde no lançamento da Campanha Nacional de Doação de Leite Humano

A excelência dos bancos de leite no Distrito Federal foi ressaltada em dois eventos nesta semana. Nesta sexta-feira (19), uma sessão solene na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) lembrou a importância do trabalho coletivo realizado para que essa atividade tenha sucesso. No dia anterior, quinta-feira (18), a atividade foi reconhecida em evento do Ministério da Saúde, quando a Secretaria de Saúde (SES) foi reconhecida por ter a melhor rede de bancos de leite do país.

Na sessão solene na CLDF, foram homenageados o Corpo de Bombeiros do DF, servidores da saúde e mães doadoras. “São quatro gerações de brasilienses que conhecem o trabalho do Banco de Leite e do Corpo de Bombeiros na coleta na casa dessas mães”, agradeceu a coordenadora das Políticas de Aleitamento Materno do DF, Miriam Oliveira dos Santos.

Miriam também teve o trabalho reconhecido no lançamento, promovido pelo Ministério da Saúde, da campanha Um pequeno gesto pode alimentar um grande sonho. Doe leite materno. Na ocasião, o coordenador da Rede Global de Banco de Leite Humano, João Aprígio, premiou Miriam por “uma vida profissional inteira dedicada à construção da rede de banco de leite humano distrital, nacional e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.”

“Estou nessa missão desde 1992. É um sonho realizado. A gente só existe por causa dos bebês receptores de leite humano e das mães nutrizes. Eu sou apenas uma maestra, somente conduzo uma grande banda. Sem cada um desses integrantes, que são os instrumentos disso tudo, não haveria como e nem porquê fazer este trabalho”, agradeceu Miriam.

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) também fez parte dos aclamados. Em parceria com a SES, há 34 anos, eles atuam na coleta do leite materno na residência das doadoras.

Representante da SES no evento, a diretora geral do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), Marina da Silveira, reforçou a premiação. “Miriam é como uma mãe: tem aquele coração em que sempre cabe mais um, mas também sabe a hora de puxar a orelha da gente. Esse mérito que a capital tem de ser a única unidade da federação autossuficiente em leite humano deve-se muito ao trabalho e à dedicação dessa profissional”, diz Marina.

Pequeno gesto

O lançamento da campanha Um pequeno gesto pode alimentar um grande sonho. Doe leite materno ocorreu no auditório do Hmib e contou também com a presença de representantes do Ministério da Saúde, da Rede Global de Banco de Leite Humano, da Organização Pan-Americana de Saúde, da Fundação das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

A ação marca o dia mundial de celebração da doação e do aleitamento materno e busca sensibilizar a sociedade sobre a importância da doação. Em especial, pretende estimular mulheres que amamentam a adotar o ato que salva vidas em todo o mundo.

O Brasil tem a maior e mais complexa rede de bancos de leite do mundo, sendo referência internacional por utilizar estratégias que aliam baixo custo e alta qualidade e tecnologia, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). A Rede de Bancos de Leite Humano do Distrito Federal é classificada como referência nacional pelo Ministério da Saúde, tendo o selo de Padrão Ouro pelo Programa Internacional Ibero-Americano de Bancos de Leite Humano. O DF é a única unidade da federação que é autossuficiente em leite humano.

Para doar, faça o cadastro por meio do telefone 160 (opção 4) ou no site Amamenta Brasília. Após o registro, serão enviadas orientações de como coletar e armazenar o leite em casa.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Por Agência Brasília

Foto: Sandro Araújo/ Agência Saúde / Reprodução Agência Brasília

Posts relacionados