terça-feira, 23 de abril de 2024
publicidade publicidade

Prévia do IBGE coloca Sol Nascente como maior favela do Brasil

Em 2019, no primeiro mandato de Ibaneis Rocha, Sol Nascente, que antes era parte de Ceilândia, passou a ter uma gestão própria

Segundo dados da prévia do Censo 2022, realizado pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE), a região do Sol Nascente, que fica a cerca de 40 quilômetros do Congresso Nacional, centro de Brasília, é a maior favela do Brasil.

A região ultrapassou a Rocinha, no Rio de Janeiro, em número de domicílios. Atualmente, o Sol Nascente tem 32.081 residências, enquanto a carioca possui 30.955. Em comparação com o último Censo, realizado em 2010, a favela da capital federal cresceu 31%, enquanto a do RJ aumentou 20%.

O IBGE considera como favela toda área em que a ocupação se deu de forma precária. Segundo o presidente do instituto, Cimar Azevedo, a diferença entre as localidades é que a do DF fica em um lugar mais plano.

Apesar de o IBGE considerar o Sol Nascente uma favela, Edson Batista, líder comunitário da região, discorda. Para ele, com uma série de melhorias, é possível mudar a imagem do local, que começou a ter os terrenos fracionados de maneira irregular nos anos 1990.

Até 2019, Sol Nascente fazia parte de Ceilândia. Porém, com o desmembramento, que foi anunciado por Ibaneis Rocha em seu primeiro mandato, o local passou a ter uma gestão própria.

Lista das maiores favelas do Brasil

Sol Nascente-DF: 32.081

Rocinha-RJ: 30.955

Rio das Pedras-RJ: 27.573

Beiru, Tancredo Neves-BA: 20.210

Heliópolis-SP: 20.016

Paraisópolis-SP: 18.912

Pernambués-BA: 18.662

Coroadinhoa-MA: 18.331

Cidade de Deus/Alfredo Nascimento-AM: 17.721

Comunidade São Lucas-AM: 17.666

Baixada da Estrada Nova Jurunas-PA: 15.601

Alto Santa Teresina – Morro de Hemeterio – Skylab-Alto Zé Bon-PE: 13.040

Assentamento Sideral-PA: 12.177

Jacarezinho-RJ: 12.136

Valéria-BA: 12.072

Baixadas da Condor-PA: 11.462

Bacia do Una-Pereira-PA: 11.453

Zumbi dos Palmares/Nova Luz-AM: 11.326

Santa Etelvina-AM: 10.460

Cidade Olímpica-MA: 10.378

Colônia Terra Nova-AM: 10.036

O IBGE encerrou em fevereiro a cobertura da coleta domiciliar do Censo. Ao todo, 189.261.144 pessoas foram recenseadas (91%), levando-se em conta a prévia da população divulgada em 28 de dezembro de 2022. No dia 1º de março, teve início a Etapa de Apuração. A divulgação dos primeiros resultados do Censo está prevista para o final de abril.

Por Camila Bairros do Jornal de Brasília

Foto: Jéssica Farias/IBGE / Reprodução Jornal de Brasília

Posts relacionados