quarta-feira, 19 de junho de 2024
publicidade publicidade

Policiamento reforçado para as provas do Enem

Provas serão realizadas neste domingo (5) e no próximo, dia 12; movimentação nos locais do exame será monitorada no Ciob

Após reuniões de alinhamento, com a participação de representantes de órgãos federais e locais, o Protocolo de Operações Integradas (POI) para aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será colocado em prática no próximo domingo (5). O material foi elaborado para apoio da segurança pública do DF ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com ações coordenadas e previstas para ocorrerem antes, durante e após a aplicação das provas. O mesmo modelo será repetido no dia 12, segundo dia de prova do certame.

Após reuniões de alinhamento, com a participação de representantes de órgãos federais e locais, o Protocolo de Operações Integradas (POI) para aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será colocado em prática no próximo domingo (5). O material foi elaborado para apoio da segurança pública do DF ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com ações coordenadas e previstas para ocorrerem antes, durante e após a aplicação das provas. O mesmo modelo será repetido no dia 12, segundo dia de prova do certame.

A confecção do documento foi coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP). Participaram dos encontros as forças de segurança e demais órgãos locais e federais envolvidos na operação, como Samu, secretarias de Educação (SEE), Mobilidade (Semob), de Cidades (Secid) e DF Legal, CEB, Caesb, Neoenergia, Cebraspe, Brasília Ambiental, Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER), Polícia Federal (PF) e Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). A operação será monitorada por representantes das instituições, diretamente do Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob).

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) dará apoio à ECT no transporte de entrega e retorno das avaliações, saindo do Aeroporto Internacional de Brasília até os locais de prova. “Além da escolta das provas, que é uma atividade essencial para a realização do exame, haverá policiamento ostensivo feito por comandos especializados nas proximidades de todas as escolas, antes e após o horário de realização das provas”, pontua o coronel Wesley, comandante do Departamento Operacional da PMDF (DOP).

“Estamos nos reunindo com os representantes dos órgãos envolvidos há cerca de dois meses. Esse planejamento prévio e conjunto é essencial para garantir que a aplicação das provas ocorra de forma tranquila e, caso ocorra alguma situação inesperada, seja amenizada ou resolvida com mais celeridade”, explica o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar. “Nos dois dias de prova, teremos ainda representantes de todos os órgãos reunidos no Ciob, para monitorar a movimentação nos locais de prova, facilitando assim a resolução de situações em casos necessários.”

Trabalho contínuo

O Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) prestará atendimento de urgência e emergência, quando demandado, em conjunto com o Samu. Em qualquer situação, o Grupamento de Aviação Operacional da corporação estará de prontidão. Todos os locais de prova terão apoio de brigadistas e de seguranças particulares.

As equipes de fiscalização do Detran farão controle de tráfego e fiscalização nos locais com mais de mil inscritos. Para isso, serão montadas equipes de patrulhamentos compostas sempre por mais de uma viatura. O Detran fará, ainda, ações para impedir o estacionamento irregular. “Reiteramos a importância de os candidatos estacionarem em locais permitidos e orientamos os candidatos para que, sempre que possível, utilizem o transporte coletivo ou de aplicativos ou táxi”, lembra o diretor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do Detran, Clever de Farias.

*Com informações da SSP

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/SSP / Reprodução Agência Brasília

Posts relacionados