segunda-feira, 15 de abril de 2024
publicidade publicidade
  • Polícia identifica site que organiza e pede recursos para atos antidemocráticos

    Um domínio na internet foi identificado pela PC de Goiás como um dos organizadores de atos antidemocráticos que pedem um golpe de Estado

    Um domínio na internet foi identificado pela Polícia Civil de Goiás como um dos organizadores de atos antidemocráticos que pedem um golpe de Estado das Forças Armadas após a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições presidenciais.

    O endereço do site foi identificado pela polícia em faixas distribuídas com os dizeres “Intervention in Brazil” (intervenção no Brasil, em inglês), no acampamento de manifestantes inconformados com a derrota de Jair Bolsonaro (PL) próximo a um quartel militar em Goiânia (GO).

    As informações foram enviadas pelo órgão ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, no processo em que trata desses protestos.

    “Este endereço eletrônico dá acesso a uma página da web, que fornece acessos a grupos em apps [aplicativos] como Telegram, WhatsApp, solicita doações e também fornece informações a respeito das paralisações existentes no país”, diz o documento produzido pela Polícia Civil de Goiás.

    Faixa em que estava escrito “S.O.S F.A com Bolsonaro no poder” foi recortada para retirar menção ao presidente, na região do O relatório também diz que o local dos protestos em Goiânia tem estrutura montada com banheiros químicos e barracas de suporte que fornecem, de forma gratuita, refeições, águas e refrigerantes.

    Ainda de acordo com o documento, o acampamento é coberto por grandes tendas “que servem de abrigo para os voluntários que ali prestam serviços, além dos manifestantes existentes no local”.

    Jornal de Brasília Conteúdo Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/ AFP / Reprodução Jornal de Brasília

    Posts relacionados