terça-feira, 18 de junho de 2024
publicidade publicidade

Planejamento garantiu a segurança no 7 de setembro no DF

Evento ocorreu de forma pacífica e trânsito na Esplanada já foi liberado

O Protocolo de Operações Integradas (POI) para o desfile cívico-militar foi colocado em prática nesta quinta-feira (7), que ocorreu de forma pacífica e poucos registros de ocorrências. O documento foi elaborado a partir de reuniões de alinhamento, que contaram com a participação de representantes de órgãos federais e locais e com levantamentos de inteligência, sob a coordenação da Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF).

Toda a região da Esplanada dos Ministérios foi monitorada por meio de imagens de câmeras, drones e informações enviadas ao Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob). O alto-comando da segurança pública do Distrito Federal e representantes de órgãos federais estiveram no local, por meio do Gabinete de Mobilização Institucional. A formação do gabinete foi publicada no Diário Oficial do DF (DODF).

Além do reforço do policiamento em toda região central, intervenções foram feitas no trânsito, antes mesmo do desfile, a partir das 21h de quarta-feira (6), com o fechamento da Esplanada dos Ministérios para circulação de veículos. As vias já foram liberadas. O acesso à Praça dos Três Poderes continuará restrito, devido a eventos previstos para a próxima semana.

A vice-governadora do Distrito Federal, Celina Leão, esteve no Ciob e agradeceu o empenho de todos. “Agradeço a participação e dedicação de todos e o acompanhamento de toda operação. O sucesso desta ação é devido à colaboração de todos.”

O secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar, e equipe de gestores da pasta acompanharam de perto a operação, desde as primeiras horas da manhã. “Elaboramos um material detalhado, com previsões de diferentes cenários, mas o que percebemos hoje foi uma celebração pacífica e com muitas famílias prestigiando”, afirmou Avelar. “Estamos nos preparando há cerca de três meses e a festa bonita de hoje é resultado da dedicação de todos os envolvidos. Não posso deixar de parabenizar a todos, em especial nossas forças de segurança”, completa o secretário.

Para o chefe de gabinete do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), o promotor de Justiça Nísio Tostes, a organização do evento foi exemplar. “O evento foi conduzido perfeitamente, com efetivo muito bem-aplicado. Só temos que parabenizar a Secretaria de Segurança Pública e todos os órgãos envolvidos, pelo exemplo de integração”, pontua.

Foram registrados seis furtos, sendo cinco celulares e um veículo. Linhas de revistas foram distribuídas em escadarias dos ministérios, assim na via S1 e lateral da Catedral. Policiais militares conduziram duas pessoas à 5ª Delegacia de Polícia por importunação sexual. Os militares recuperaram os cinco celulares que haviam sido furtados.

As ações desenvolvidas pelo Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) ocorreram conforme o planejado. O Detran realizou o controle de tráfego nas vias S2, S3 e L2 Sul, além do acesso pela via L4 Sul. Houve a necessidade de realizar a remoção de dois veículos que estavam estacionados no perímetro de segurança sem autorização. Agentes do Detran atenderam, ainda, uma ocorrência de sinistro de trânsito ocorrido na via presidencial, onde um veículo capotou na madrugada. O veículo foi removido ao depósito.

O Corpo de Bombeiros Militar do DF realizou 19 atendimentos sem gravidade, de pessoas que se sentiram mal, como dor de cabeça, reação ao calor e tontura, por exemplo. Outras duas pessoas foram encaminhadas ao Hospital de Base por mal súbito e dores nas costas.

Para facilitar a atuação, as forças de segurança tiveram como base a estrutura da Cidade Policial, montada ao lado do Museu da República. O local serviu como ponto de apoio aos agentes de segurança e abrigou os comandos móveis das corporações.

*Com informações da SSP-DF

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/SSP-DF / Reprodução Agência Brasília

Posts relacionados