quinta-feira, 18 de julho de 2024
publicidade publicidade

PF desmantela grupo criminoso suspeito de fornecer 43 mil armas para facções brasileiras

Dentre os mandados, 25 são de prisão preventiva, seis de prisão temporária e 52 de busca e apreensão

A Polícia Federal (PF) está executando uma megaoperação que envolve o cumprimento de 83 mandados no Brasil, Estados Unidos e Paraguai, com o objetivo de desmantelar um grupo suspeito de fornecer 43 mil armas para líderes das principais facções brasileiras.

Os mandados no Brasil foram realizados em diversos estados, abrangendo o Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Distrito Federal e Minas Gerais.

Diego Hernan Dirísio, identificado como um dos maiores contrabandistas da América do Sul, figura como o principal alvo da operação. Estima-se que a movimentação financeira proveniente da entrega das armas tenha alcançado a expressiva quantia de R$ 1,2 bilhão ao longo de três anos.

A operação foi realizada pela Polícia Federal em parceria com Ministério Público Federal e cooperação internacional com a Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (SENAD/PY) com o Ministério Público do Paraguai. A ação contou ainda com a FICTA (Força-Tarefa Internacional de Combate ao Tráfico de Armas e Munições), que é composta pela HSI (Homeland Security Investigations), SENASP (Secretaria Nacional de Segurança Pública) sob Supervisão do Serviço de Repressão ao Tráfico de Armas da PF.

Por João Victor Rodrigues do Jornal de Brasília

Foto: PF / Reprodução Jornal de Brasília

Posts relacionados