sábado, 20 de abril de 2024
publicidade publicidade

PCDF desmonta organização criminosa que praticava fraudes bancárias

Quatro pessoas foram presas e seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Criminosos abriam contas falsas em nome de pessoas com alto poder aquisitivo

Criminosos que aplicavam golpes bancários e desviavam altas quantias de dinheiro foram presos nesta terça-feira (19/12) em operação executada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) com apoio da Polícia Civil do Estado de São Paulo (DVC/DOPE). Ao todo, foi desviado aproximadamente R$ 1,6 milhão. Essa é a segunda parte da operação que busca coibir atos praticados por uma organização criminosa que foi instituída para a prática de fraudes bancárias. Os crimes investigados são organização criminosa, estelionato, uso de documento público falsificado e lavagem de capitais.

Os crimes investigados são organização criminosa, estelionato, uso de documento público falsificado e lavagem de capitais. A investigação foi iniciada em outubro deste ano e durante a primeira fase, uma pessoa foi presa por ter recebido valores das fraudes investigadas. Na segunda fase, três pessoas foram presas temporariamente em São Paulo por terem recebido valores derivados de fraudes.

Um investigado também foi preso em flagrante pela prática do crime de falsificação de documentos públicos, considerando que, em seu poder, foram encontrados mais de cem registros de identidade falsificados, cartilhas de cheques falsas e subtraídas, bem como cartões de crédito que foram emitidos em nome de pessoas inexistentes. Além das prisões, também foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão. 

Por Correio Braziliense

Foto: PCDF / Reprodução Correio Braziliense

Posts relacionados