terça-feira, 23 de abril de 2024
publicidade publicidade

Mulheres têm 400 vagas em cursos profissionalizantes no Gama

As aulas presenciais serão ministradas no Centro Olímpico e Paralímpico da cidade, enquanto as online serão pelo YouTube

Oportunidade de profissionalização para o público feminino. O projeto Mulheres Criativas começa mais uma série de capacitações gratuitas nesta segunda-feira (18). Desta vez, os cursos presenciais ocorrerão no Centro Olímpico e Paralímpico do Gama, onde permanecem até 21 de outubro. Também são oferecidas qualificações online. Para participar, basta se inscrever neste link. O prazo de inscrição não tem data final.

As aulas presenciais serão nos turnos matutino, das 8h às 12h, e vespertino, das 14h às 18h, de segunda a sábado. A carga horária total de cada curso é de 24 horas. A oferta é exclusiva para mulheres a partir de 17 anos, que podem escolher quantos cursos desejarem nas duas modalidades, presencial e online. Podem participar moradoras de todo o DF.

‌Ao todo, são ofertadas 400 vagas em 10 cursos – sendo que cada turma tem capacidade para até 40 alunas. As capacitações serão Panificação e biscoitos; Confeitaria e doces; Design de sobrancelhas; Estética facial; Corte, costura e modelagem; Cabeleireira; Maquiagem e automaquiagem; Pizzaiolo e salgados; Marmitaria e Extensão de cílios. A cada semana, serão promovidos dois cursos (confira o cronograma ao final).

Devido a problemas técnicos no canal do projeto, as aulas online serão transmitidas pelo canal Cult TV, que também apresenta podcasts semanais com as professoras envolvidas nas capacitações.

Donas do negócio

Com apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec), a iniciativa começou em 2022 e já atendeu mais de 7 mil mulheres. “O projeto tem o objetivo de criar oportunidades para inserção de mulheres no mercado de trabalho em funções com melhor remuneração, tendo em vista a ainda existente disparidade de salários e condições de emprego entre homens e mulheres”, afirma o subsecretário de Difusão e Diversidade Cultural, João Cândido.

O presidente da Associação Cresce-DF, Eduardo Campos, acrescenta que os cursos visam promover, incentivar e fortalecer o empreendedorismo entre o público feminino. “O projeto coopera com mulheres que têm inclinação ao empreendedorismo, porém têm dificuldade em acessar oportunidades de qualificação”. Dados do Sebrae apontam que o percentual de mulheres donas de negócio no DF, na comparação com homens, é de 35%, acima da média nacional, que é de 34,4%.

‌Professora do curso de Panificação e biscoitos, a chef Ada Silva, afirma que, logo após a primeira aula, as alunas já estão aptas para empreender. Ela garante que as receitas que ensina são fáceis, vendáveis e práticas, além de não requererem maquinário e nem ingredientes inacessíveis.

‌“No mercado gastronômico, você consegue empreender de imediato e em todas as áreas, na confeitaria, na panificação, na cozinha quente e fria. Elas já saem de lá sabendo fazer as receitas e se quiserem fazer no mesmo dia já conseguem. Podem assar o pão no forno de casa e sovar o pão na mão”, frisa a chef, que soma 23 anos de atuação na área. A chef garante que o retorno financeiro é certo: logo no começo das vendas, é possível obter até 300% de lucro.

‌Cronograma de cursos

Semana 1 (18 a 23 de setembro)
→ Manhã: Estética facial
→ Tarde: Maquiagem

‌Semana 2 (25 a 30 de setembro)
→ Manhã: Cabeleireira
→ Tarde: Corte, costura e modelagem

‌Semana 3 (2 a 7 de outubro)
→ Manhã: Designer de sobrancelhas
→ Tarde: Extensão de cílios

‌Semana 4 (9 a 14 de outubro)
→ Manhã: Confeitaria e doces
→ Tarde: Salgaderia

‌Semana 5 (16 a 21 de outubro)
→ Manhã: Marmitaria
→ Tarde: Panificação e biscoito

‌Mais informações podem ser obtidas aqui.

Por Agência Brasília

Foto: Cresce-DF / Reprodução Agência Brasília

Posts relacionados