domingo, 19 de maio de 2024
publicidade publicidade

Morre Paulo César Pereio, um dos maiores nomes do cinema brasileiro

Informação foi confirmada pelo hospital onde o ator estava internado para tratar uma doença hepática avançada

Morreu neste domingo (12/5) o ator Paulo César Pereio, aos 83 anos de idade. A informação foi confirmada pelo Hospital Casa São Bernardo, no Rio de Janeiro, onde ele estava internado desde a madrugada para fazer tratamento para uma doença hepática avançada. 

Natural de Alegrete, no Rio Grande do Sul, Pereio estava residindo no Retiro dos Artistas desde 2020, quando começou a pandemia de covid-19. Ao longo da carreira, o ator virou referência no cinema, na TV e no teatro. Paulo atuou em mais de 60 filmes, tendo sua estreia no cinema no ano de 1964 no longa Os Fuzis, de Ruy Guerra.

Paulo atuou em produções de cineastas importantes como Glauber Rocha, Hector Babenco, Arnaldo Jabor, Hugo Carvana e Ruy Guerra. O ator também se destacou no mercado de publicidades. 

O reconhecimento nacional da carreira de Pereio chegou em 1975, quando o ator recebeu o prêmio Kikito de ‘melhor ator coadjuvante’ pela obra As aventuras amorosas de um padeiro, de Waldir Onofre. Posteriormente, foi agraciado com outros prêmios. 

No documentário Tá rindo de quê?, que tratava sobre o humor na ditadura militar, Pereio falou sobre a dificuldade para driblar a censura. “Eu improvisava muito. Eu vou improvisar? Tem que dizer um texto enviado para a censura, carimbado, e tem que ser aquele texto. E qualquer improviso será castigado”, disse Pereio.

Por Correio Braziliense

Foto: Instagram/ paulocesarpereio / Reprodução Correio Braziliense

Posts relacionados