sábado, 20 de abril de 2024
publicidade publicidade

Moraes mantém prisão do coronel Naime da PMDF

Segundo a decisão, ainda há risco de que o investigado, em liberdade, possa comprometer as investigações

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou, na última quinta-feira (06), o pedido de liberdade do coronel da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Jorge Eduardo Naime.

Ontem (07), o coronel completou cinco meses preso no âmbito da operação que investiga possível omissão ou conivência das autoridades nos atos antidemocráticos do 8 de janeiro.

Na data, um grupo de contrários ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) invadiu e destruiu as sedes do STF e do Congresso Nacional e o Palácio do Planalto.

Segundo a decisão, ainda há risco de que o investigado, em liberdade, possa comprometer as investigações.

O ministro entendeu que está “evidente a necessidade da manutenção da custódia para resguardar a ordem pública e por conveniência da instrução criminal”.

Por Redação do Jornal de Brasília

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado / Reprodução Jornal de Brasília

Posts relacionados