sexta-feira, 19 de julho de 2024
publicidade publicidade

Liberações parciais na área do Túnel de Taguatinga desafogam trânsito

Com o avanço da obra, só neste ano foram quatro desbloqueios para circulação de veículos e pedestres, o que melhorou o tráfego no centro da cidade.

Aos poucos, a circulação de veículos e pedestres tem sido retomada no centro de Taguatinga. Com o avanço da construção do Túnel de Taguatinga, o Governo do Distrito Federal (GDF) liberou parcialmente o trânsito de carros, ônibus e pessoas em alguns trechos que antes ficavam dentro do canteiro de obras.

A primeira grande desobstrução foi feita no aniversário de Brasília do ano passado. Com a presença do governador Ibaneis Rocha, o cruzamento da Avenida Comercial com a Avenida Central foi reaberto. A interdição havia começado em 23 de julho de 2020. A volta da passagem de veículos no local impactou positivamente motoristas e comerciantes por facilitar o deslocamento.

Em 2022, foram três liberações importantes. Em julho, 145 metros de via ligaram o lado Sul ao Norte no cruzamento da Samdu com a Avenida Principal em um trecho que passa por cima da obra. O local estava fechado desde maio de 2021, quando o viaduto que servia de elo entre a Samdu Sul e Norte foi demolido para dar lugar à fundação do túnel.

Em 1º de outubro, com a finalização da construção da pista marginal sul no boulevard do Túnel de Taguatinga, foi liberada a circulação de veículos que vêm da Avenida Comercial em direção à Estrada Parque Taguatinga (EPTG). São 550 metros na parte superior do túnel, com duas faixas de rolamento. Seis dias depois foi a vez da passarela do metrô de Taguatinga reconstruída ser reaberta para o fluxo de pedestres.

As reativações trouxeram consigo os primeiros reflexos das benfeitorias. “Desafogou o trânsito na região central da cidade, além de melhorar a segurança de pedestres e motoristas. Outro dado importante foi a redução do tempo de espera de quem anda de ônibus. Permitiu, ainda, considerável aumento nas vendas do comércio devido ao maior fluxo de pessoas”, destaca o administrador de Taguatinga, Ezequias Pereira da Silva.

Com o objetivo de oferecer uma alternativa aos moradores de Taguatinga, Ceilândia, Sol Nascente/Pôr do Sol e Samambaia, o Túnel de Taguatinga vai beneficiar 137 mil motoristas. Foram investidos R$ 275,7 milhões, provenientes de financiamento firmado pelo Governo do Distrito Federal e a Caixa Econômica Federal. A obra conta com 400 operários envolvidos na construção.

Por Agência Brasília

Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília / Reprodução do Jornal de Brasília

Posts relacionados