quinta-feira, 18 de julho de 2024
publicidade publicidade

Jogo tem arrecadação de absorventes para mulheres em vulnerabilidade social

Iniciativa inédita da SMDF foi realizada na final do Campeonato Candango Feminino, neste sábado (7), na Arena BRB Mané Garrincha, que teve público de 1.500 pessoas

Na emocionante final do Campeonato Candango Feminino 2023, realizada neste sábado (7), na Arena BRB Mané Garrincha, o Real Brasília brilhou ao vencer o Minas Brasília por 3 a 0. Além da destreza exibida em campo, o evento foi marcado por uma ação social inovadora realizada pela Secretaria da Mulher (SMDF), em parceria com a Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF).

O diferencial começou já na entrada para o estádio. Com a ação promovida pela SMDF, o ingresso para a partida foi a doação de um pacote de absorvente em uma ação social voltada à Casa da Mulher Brasileira, localizada na Ceilândia. O total de público, na final do campeonato, foi de 1.500 pessoas.

Essa iniciativa teve como objetivo sensibilizar a sociedade sobre a importância da solidariedade menstrual e proporcionar acesso a produtos de higiene para mulheres em situação de vulnerabilidade. A secretária da Mulher, Giselle Ferreira, destacou o compromisso não apenas em celebrar a força das mulheres dentro do campo, mas também em apoiar aquelas em situação de vulnerabilidade.

“Em sintonia com a campanha Outubro Rosa, a edição deste ano do Campeonato Feminino não apenas enfatizou a conscientização sobre a saúde feminina, mas também ofereceu uma oportunidade única de arrecadar absorventes. Estamos honrados em contribuir não apenas para o sucesso esportivo, mas também para o bem-estar e a solidariedade entre as mulheres”, disse a secretária.

Os itens arrecadados serão entregues nos equipamentos públicos da SMDF. O engajamento dos torcedores demonstra que o futebol vai além do campo, proporcionando uma oportunidade única de unir a paixão esportiva a causas sociais relevantes.

O presidente da FFDF, Daniel Vasconcelos, reforçou a importância da ação realizada em conjunto. “O gesto simbólico de doar absorventes antes de um jogo tão aguardado destaca a relevância do diálogo sobre questões femininas e reforça a ideia de que o esporte pode ser uma poderosa ferramenta para promover a igualdade de gênero”, concluiu.

*Com informações da SMDF

Por Agência Brasília

Foto: Vinicius de Melo/SMDF / Reprodução Agência Brasília

Posts relacionados