sábado, 20 de julho de 2024
publicidade publicidade

Ibaneis nega fake news sobre estar fora do país

Ibaneis foi afastado depois uma decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e posterior votação dos demais ministros da casa

O governador afastado do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB) usou suas redes sociais neste domingo (15/01), para desmentir uma fake news em seu nome. Segundo o mandatário, uma notícia falsa de que ele estaria fora do país está circulando pelas mídias sociais. O político afirmou que está em sua casa, em Brasília.

“Estão me marcando em algumas fake news que têm circulado, dizendo que estou fora do país. É mentira. Estou na minha casa em Brasília. Já estive espontaneamente na Polícia Federal e continuo à disposição das autoridades para quaisquer esclarecimentos”, afirmou através do Twitter.

Ibaneis foi afastado depois uma decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e posterior votação dos demais ministros da casa. Ele ficará distante do cargo por 90 dias enquanto investigações sobre atos terroristas praticados em Brasília são feitas.

No dia 8, domingo, diversos militantes favoráveis ao ex-presidente da República Jair Bolsonaro (PL), invadiram e depredaram o Congresso Nacional, Palácio do Planalto e STF. A reação da Polícia Militar do DF (PMDF) gerou suspeitas pela ineficiência em combater os ataques golpistas. Ibaneis foi afasto do cargo na madrugada do dia 9.

Celina Leão (PP) assume o cargo na ausência de Ibaneis. O governador afastado prestou depoimento na Polícia Federal a respeito do caso nesta quinta-feira (12). Na ocasião, ele afirmou ter sido sabotado e enganado com informações que diziam o contrário da real gravidade do perigo imposto pelos terroristas.

Pelo menos 1.500 pessoas foram presas no ato golpista ou na frente do acampamento montado por eles no Quartel General de Brasília, na Asa Norte, que gerou danos irreparáveis a máquina pública.

 

Por Redação do Jornal de Brasília

Foto: Paulo Carvalho/Agência Brasília / Reprodução Jornal de Brasília

Posts relacionados