sexta-feira, 19 de julho de 2024
publicidade publicidade

Homem ateia fogo em si em protesto contra STF e morre

O manifestante era de Botucatu (SP), tinha 58 anos, e, ao colocar fogo si, teria gritado “Morte ao Xandão”, em referência ao ministro

Na última terça-feira (31/01), um homem ateou fogo contra o próprio corpo em protesto contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. O ato ocorreu no gramado do canteiro central da Esplanada dos Ministérios.

O homem chegou a ser levado para o Hospital Regional da Asa Norte (Hran), referência no tratamento de vítimas de queimaduras, mas acabou falecendo na madrugada desta quinta-feira (02).

Segundo testemunhas, o manifestante era de Botucatu (SP), tinha 58 anos, e, ao colocar fogo si, teria gritado “Morte ao Xandão”, em referência ao ministro.

Com ele, foram encontradas diversas fotos, como a de Johann Georg Elser, conhecido por ter tentado matar Adolf Hitler, Claus von Stauffenberg, conhecido por comandar a Operação Valquíria, que também tinha o objetivo de assassinar o nazista e o ex-presidente da África do Sul Nelson Madela.

As fotos tinham escrito “perdeu, mané”, na parte de trás, em referência a fala dita pelo também ministro do STF Luís Roberto Barroso à apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no ano passado.

Por Camila Bairros do Jornal de Brasília

Foto: Agência Brasília / Reprodução Jornal de Brasília

Posts relacionados