terça-feira, 18 de junho de 2024
publicidade publicidade

DF será contemplado com R$ 38,3 milhões no plano nacional de segurança

No programa de Ação de Segurança lançado sexta-feira pelo presidente Lula, o Distrito Federal será contemplado com R$ 35.334.706,89 do Fundo Nacional de Segurança Pública. Um montante de R$ 1.009.563.054 será rateado entre os estados e o Distrito Federal. Metade será paga em agosto e o restante será quitado até o fim de 2023. O DF será contemplado com o mesmo montante que outros 11 estados: Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Paraíba, Alagoas, Sergipe, Piauí, Rio Grande do Norte, Tocantins e Espírito Santo. São Paulo é o estado que mais vai levar recursos: R$ 42.073.540, seguido de Minas Gerais, com R$ 39.730.344, Pará, com R$ 39.483.001, e Rio de Janeiro, com R$ 39.137.730. Em outra frente, o Distrito Federal está no topo da lista dos repasses federais do Programa Escola Segura em que R$ 170 milhões serão rateados entre 24 estados, o DF e 132 municípios. O DF vai ficar com R$ 3 milhões para investir no policiamento ostensivo nas escolas.

Siga o dinheiro

R$ 34.380.113,37

Foi o montante destinado pelo GDF em 2022 para pagamento de passagens e locomoção para viagens. O maior gasto foi da Secretaria de Esporte, que aplicou R$ 14.299.707,52 com essa finalidade. O órgão tem um programa que financia viagens de atletas para participarem de competições esportivas. A despesa representa 41% do total do GDF no ano passado. O segundo maior gasto foi da Secretaria de Planejamento, que executou R$ 4.683.285,23. O montante é três vezes maior que em 2020, quando foram gastos R$ 11.259.288,94. Em 2021, a despesa já havia dobrado para R$ 24.857.911,89. Os dados são do Portal da Transparência.

Por Correio Braziliense

Foto: Reprodução/TV Brasil / Reprodução Correio Braziliense

Posts relacionados