terça-feira, 23 de abril de 2024
publicidade publicidade

Dengue: à espera das novas tendas, população recorre ao HCamp

As estruturas do Gama e do Guará, que funcionarão 24h no acolhimento a pessoas com sintomas de dengue, começaram a ser montadas neste domingo (31/3). A de Planaltina também será aberta ao público nos próximos dias

O Hospital de Campanha (Hcamp) instalado ao lado da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Ceilândia, usado como referência para as 11 novas tendas que serão instaladas no Distrito Federal, tem tido avaliação positiva dos pacientes que buscam atendimento no local.

O marido de Tatiane Sobrinho, 32 anos, está com sintomas da doença há uma semana. Agora, com dores abdominais, aguarda uma vaga de internação. “Ao longo da semana, a gente veio três vezes para o Hcamp e fomos bem atendidos todas as vezes”, atestou a analista de processos.

Já o filho de Luiz César Marcedo, 43, o pequeno Enzo, de 6 anos, que precisou tomar soro na veia, desde a sexta-feira (29/3) tem sintomas como febre e vômito. Já é a segunda vez que o menino passa pelo Hospital de Campanha, onde foi hidratado e fez exames de plaquetas e dengue. “Agora, só aguardamos os resultados dos exames. Achei o atendimento muito bom”, avalia o motorista de aplicativo.

Ainda nesta semana, três das 11 novas tendas de atendimento a pacientes com dengue devem começar a funcionar, de acordo com fontes da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF): as do Guará 1 e do Gama, que funcionarão 24h, e a de Planaltina, que funcionará das 7h às 19h.

Montagem

A estrutura das tendas do Gama e do Guará começaram a ser montadas neste domingo (31/3). Os profissionais de saúde que trabalharão nas novas tendas não serão deslocados de Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), como é o caso das tendas já existentes. O Correio apurou que a contratação será feita pela empresa responsável ainda esta semana. Serão contratados 54 profissionais de saúde para cada nova tenda. As novas estruturas serão climatizadas e contarão com recepção, triagem, consultórios, hidratação e enfermagem.

O edital de chamamento para a instalação das estruturas prevê que todas comecem a funcionar dentro do prazo de 20 dias, a contar da quinta-feira passada. Segundo a assessoria da Secretaria de Saúde, as tendas estão vindo de São Paulo e serão como hospitais de campanha, com consultórios, equipamentos, mobiliário e climatização. A do Guará 1 ficará em frente à Unidade Básica de Saúde (UBS) 1 e a do Gama no estacionamento do Hospital Regional do Gama (HRG). Em Planaltina, a nova tenda funcionará na Policlínica. A estrutura da tenda do Gama chegou ao local na tarde de ontem.

Além do Gama, Guará 1 e Planaltina, as novas tendas serão instaladas no Paranoá, que também funcionará 24h, Plano Piloto, Vicente Pires, Varjão, Taguatinga e Águas Claras, que farão atendimento das 7h às 19h. Ceilândia e Samambaia, que já contam com uma tenda de atendimento, serão beneficiadas com mais um espaço de acolhimento.

Conforme o publicado no Diário Oficial do DF (DODF), a empresa vencedora do edital de chamamento para celebração de convênio com entidades para a execução de serviços de instalação das 11 tendas foi a Santa Casa de Misericórdia de Oliveira dos Campinhos, que fica responsável por toda estrutura, profissionais de saúde e atendimento das unidades.

Atualmente, o DF conta com nove tendas de hidratação, localizadas no Sol Nascente, Brazlândia, Ceilândia, Estrutural, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião e Sobradinho. Perguntada pelo Correio, a SES informou que não há previsão para desmontar as tendas já existentes. Com as 11 novas que chegam, a capital terá um total de 20 tendas para acolher pacientes com dengue.

Ainda segundo a pasta, a capital federal chegou a um patamar estável do número de casos de dengue, o que significa que não haverá mais aumento de contágios, mas sim uma tendência de queda. A secretaria também informa que não há intenção em acabar com o estado de emergência por conta da epidemia de dengue, decretado em janeiro deste ano.

Por Mila Ferreira, Naum Giló do Correio Braziliense 

Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press / Reprodução Correio Braziliense

Posts relacionados