quarta-feira, 19 de junho de 2024
publicidade publicidade

Coronavírus: China aprova sua primeira vacina de mRNA

Ele foi chamado para testemunhar no Senado americano depois que a empresa sinalizou planos de aumento

A China aprovou nesta quarta-feira, 22, sua primeira vacina de RNA mensageiro desenvolvida internamente contra a covid-19, da farmacêutica CSPC. A China, que se recusa a usar vacinas ocidentais contra a doença, estava correndo para desenvolver vacinas usando a tecnologia de mRNA desde o início da pandemia.

O diretor da farmacêutica americana Moderna, Stephane Bancel, defendeu o plano da empresa de quadruplicar o preço de sua vacina contra a covid.

Ele foi chamado para testemunhar no Senado americano depois que a empresa sinalizou planos de aumento. Durante a audiência, Bancel disse que as próximas vacinas da Moderna serão mais caras porque serão vendidas em frascos de dose única ou seringas pré-cheias para o mercado comercial, em comparação com os frascos de dez doses vendidos ao governo até agora.

Estadão Conteúdo

Por Redação Jornal de Brasília

Foto: AFP / Reprodução Jornal de Brasília

Posts relacionados