quarta-feira, 19 de junho de 2024
publicidade publicidade

A construção de Brasília e seus personagens em exposição

Mostra ‘Brasília 63 anos - a concretização de um sonho’ está em cartaz em shopping da cidade; parte do acervo é do Museu Vivo da Memória Candanga

Está em cartaz até este domingo (30) a exposição Brasília 63 anos – a concretização de um sonho. Organizada a partir da obra da escritora e pioneira Mercedes Urquiza, a mostra apresenta uma viagem ao passado para resgatar um pouco da história da capital por meio de quadros, totens e fotos cedidos pelo Museu Vivo da Memória Candanga (MVMC). Os trabalhos podem ser vistos no shopping Liberty Mall, na Asa Norte, entre as 9h e as 19h, diariamente.

Uma boa parcela do acervo fotográfico sobre a construção da capital foi disponibilizada pelo MVMC, além de totens em tamanho real de personalidades como o ex-presidente Juscelino Kubitschek, o engenheiro Bernardo Sayão e candangos que trabalharam nas obras da cidade. “É uma oportunidade para que as pessoas possam conhecer a riqueza do acervo que temos no Museu da Memória Candanga”, resume o subsecretário de Patrimônio Cultural, Aquiles Brayner. “Muitos turistas vão até lá, mas pessoas de Brasília ainda têm baixa frequência.”

O museu, com suas casinhas coloridas à beira da Estrada Parque Indústria Abastecimento (Epia), completa nesta quarta-feira (26) 33 anos de fundação, sendo uma fonte de valiosos registros sobre a criação de Brasília. “Disponibilizamos boa parte do acervo da exposição Poeira, Lona e Concreto que é permanente lá no museu. Fotos, peças e posters daquela época também podem ser vistos”, explica a gerente do MVMC, Eliane Falcão.

Autora do livro A Trilha do Jaguar: na Alvorada de Brasília, Mercedes Urquiza ajudou a conceber o projeto e participou de um bate-papo recente com visitantes do museu. Sua obra, à venda no local, é uma autobiografia que conta a história da viagem de Buenos Aires até o Planalto Central, em 1957, quando a “capital da esperança” ainda nem constava no mapa brasileiro. Foram 48 dias a bordo de um Jeep acompanhada pelo marido, Hugo Maschwitz, e pelo cachorro da família. Uma vez em Brasília, ela nunca mais saiu daqui. 

Por fim, a exposição traz ainda imagens do premiado fotógrafo sueco Ake Borglund, que detalha por outros ângulos a construção da capital. 

Serviço

Exposição: Brasília 63 anos – a concretização de um sonho
→ Visitação: até o dia 30, das 9h às 19h
→ Local: Shopping Liberty Mall – Setor Comercial Norte (SCN), Quadra 2
→ Classificação indicativa livre
→ Entrada gratuita. 

Por Agência Brasília

Foto: Caio Martins/Secec / Reprodução Agência Brasília

Posts relacionados