sábado, 20 de abril de 2024
publicidade publicidade

HCB desperta interesse de médicos americanos em estudos de neuro-oncologia

Após visita técnica, hospital espera integrar consórcio internacional de pesquisas clínicas na área

O Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) recebeu, nesta terça-feira (12), visita técnica de representantes do Pacific Pediatric Neuro-Oncology Consortium (Pnoc), consórcio norte-americano que se dedica a pesquisas clínicas na área da neuro-oncologia. O objetivo dos visitantes era avaliar se o HCB seria elegível para integrar o grupo, que conta com mais de 20 estudos referentes aos tumores do sistema nervoso central.

Esses tumores compõem o segundo tipo de câncer mais comum entre crianças – estão atrás, apenas, das leucemias. Por outro lado, são os que contam com menos possibilidades de tratamento disponíveis no país. “Por meio dos estudos clínicos, podemos ofertar para os pacientes tratamentos novos e de ponta. O Pnoc tem um centro de pesquisa e está buscando parcerias, principalmente na América Latina. Para nós, esse tipo de parceria é muito valiosa e muito importante”, explicou a gerente de Pesquisa do hospital, Cristiane Salviano.

A superintendente executiva do HCB, Valdenize Tiziani, afirmou que o interesse manifestado pelo Pnoc em conhecer o HCB é uma oportunidade única. “Pretendemos aproveitá-la para transformar o Hospital da Criança de Brasília, realmente, em um centro de referência em pesquisa e no tratamento de crianças com esses tumores. A ideia é iniciar uma cooperação com pesquisa clínica e trazer os avanços mais recentes para beneficiar nossas crianças”, ressaltou.

Na ocasião, a professora de Neurologia, Neurocirurgia e Pediatria da University of California San Francisco (UCSF), Sabine Mueller, e o diretor do Programa de Neuro-Oncologia Pediátrica do St. Louis Children’s Hospital, Mohamed Abdelbaki — os dois representantes do Pnoc — se reuniram com a equipe multidisciplinar de atendimento neuro-oncológico do HCB. Os visitantes se informaram sobre a forma de atuação de cada profissional da equipe brasiliense, tiraram dúvidas e conheceram as alas do hospital de Brasília onde as crianças com tumores do sistema nervoso central são atendidas.

“Gostamos muito da visita; a apresentação do hospital foi muito clara e direcionada aos dados. Estou animada e esperançosa de que podemos fazer esta colaboração funcionar”, destacou Sabine Mueller.

Mohamed Abdelbaki elogiou a dedicação da equipe do HCB às atividades de pesquisa. “Todos são muito comprometidos com o desenvolvimento do hospital e se envolvem em diferentes iniciativas. Acho que aqui há muitas possibilidades e espero colaborar como hospital, ajudar seus pacientes e melhorar o cuidado ofertado”, expressou o médico.

Após a visita técnica, os médicos americanos seguiram viagem para conhecer outros hospitais brasileiros antes de definir qual instituição integrará o Pnoc.

*Com informações do HCB

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/HCB / Reprodução Agência Brasília

Posts relacionados