quarta-feira, 19 de junho de 2024
publicidade publicidade

GDF entrega primeira creche pública rural da história

A unidade promoverá educação infantil para 30 crianças de até 3 anos de idade da região, incluindo assentamentos rurais

O Governo do Distrito Federal (GDF) entregou nesta quinta-feira (15) a primeira creche pública em área rural da história. A chegada do equipamento público foi comemorada pela comunidade do Núcleo Rural Pipiripau II, em Planaltina, onde moram cerca de 4 mil pessoas.

A unidade promoverá educação infantil para 30 crianças de até 3 anos de idade da região, incluindo assentamentos rurais. Serviço que foi elogiado pelo governador Ibaneis Rocha.

“Nós temos trabalhado muito nas áreas rurais, levando desenvolvimento para toda essa população que escolheu as áreas rurais para morar. A inauguração dessa creche é muito significativa, é uma região bastante rica, produtora, e os pais dessas famílias também têm o direito de colocar seus filhos numa creche”, disse o chefe do Executivo.

A creche do Pipiripau II fica próxima à BR-020, tem 238 m² de área construída e recebeu investimento de quase R$ 500 mil, verba oriunda da emenda parlamentar do deputado distrital João Cardoso. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e a Secretaria de Agricultura (Seagri-DF) mapearam a região agrícola distrital para implementar a iniciativa.

Além desta creche, o GDF está construindo outras em áreas rurais, sendo mais duas em Planaltina – nos núcleos rurais Taquara e São José – e uma no Paranoá – no Jardim II -, totalizando quatro creches em áreas rurais. Há previsão de mais uma unidade, em fase de projeto, na região de Três Conquistas, também em Planaltina.

“Vamos continuar trabalhando, temos mais três creches para entregar este ano, sabemos que existe um déficit ainda muito grande de vagas nas creches, mas o esforço é no sentido de reduzir ao máximo possível esse dano. E nós queremos exatamente colocar todas as nossas crianças nas creches”, acrescentou Ibaneis Rocha.

Os ambientes internos foram compartimentados em três salas de aula, para atender a três turmas, com sanitário adaptado ao público infantil

A creche do Pipiripau II fica próxima à BR-020, tem 238 m² de área construída e recebeu investimento de quase R$ 500 mil, verba oriunda da emenda parlamentar do deputado distrital João Cardoso. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e a Secretaria de Agricultura (Seagri-DF) mapearam a região agrícola distrital para implementar a iniciativa.

Além desta creche, o GDF está construindo outras em áreas rurais, sendo mais duas em Planaltina – nos núcleos rurais Taquara e São José – e uma no Paranoá – no Jardim II -, totalizando quatro creches em áreas rurais. Há previsão de mais uma unidade, em fase de projeto, na região de Três Conquistas, também em Planaltina.

“Vamos continuar trabalhando, temos mais três creches para entregar este ano, sabemos que existe um déficit ainda muito grande de vagas nas creches, mas o esforço é no sentido de reduzir ao máximo possível esse dano. E nós queremos exatamente colocar todas as nossas crianças nas creches”, acrescentou Ibaneis Rocha.

A creche do Pipiripau II fica próxima à BR-020, tem 238 m² de área construída e recebeu investimento de quase R$ 500 mil, verba oriunda da emenda parlamentar do deputado distrital João Cardoso. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e a Secretaria de Agricultura (Seagri-DF) mapearam a região agrícola distrital para implementar a iniciativa.

Além desta creche, o GDF está construindo outras em áreas rurais, sendo mais duas em Planaltina – nos núcleos rurais Taquara e São José – e uma no Paranoá – no Jardim II -, totalizando quatro creches em áreas rurais. Há previsão de mais uma unidade, em fase de projeto, na região de Três Conquistas, também em Planaltina.

“Vamos continuar trabalhando, temos mais três creches para entregar este ano, sabemos que existe um déficit ainda muito grande de vagas nas creches, mas o esforço é no sentido de reduzir ao máximo possível esse dano. E nós queremos exatamente colocar todas as nossas crianças nas creches”, acrescentou Ibaneis Rocha.

A creche do Pipiripau II fica próxima à BR-020, tem 238 m² de área construída e recebeu investimento de quase R$ 500 mil, verba oriunda da emenda parlamentar do deputado distrital João Cardoso. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e a Secretaria de Agricultura (Seagri-DF) mapearam a região agrícola distrital para implementar a iniciativa.

Além desta creche, o GDF está construindo outras em áreas rurais, sendo mais duas em Planaltina – nos núcleos rurais Taquara e São José – e uma no Paranoá – no Jardim II -, totalizando quatro creches em áreas rurais. Há previsão de mais uma unidade, em fase de projeto, na região de Três Conquistas, também em Planaltina.

“Vamos continuar trabalhando, temos mais três creches para entregar este ano, sabemos que existe um déficit ainda muito grande de vagas nas creches, mas o esforço é no sentido de reduzir ao máximo possível esse dano. E nós queremos exatamente colocar todas as nossas crianças nas creches”, acrescentou Ibaneis Rocha.

As edificações foram adaptadas com a criação de espaços necessários em unidades de ensino, como área de serviços, sanitários, parque infantil coberto, solário, hall de entrada, refeitório, lactário, administração, banheiro de funcionários, cozinha, depósito e área para lavagem de gêneros alimentícios, sanitários para pessoas com deficiência e acesso de serviço.

Toda essa estrutura foi exaltada pela secretária de Educação, Hélvia Paranaguá. “Passei pela agricultura familiar antes de voltar para educação, então sei a necessidade da mãe da agricultura familiar, aquela mãe do campo que precisa trabalhar e que não tinha onde deixar a criança. São creches de porte menor, mas cabem 30 crianças, que para a área do campo atendem perfeitamente”, detalha a titular da Educação.

O terreno da creche foi cedido pela Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), enquanto a licitação para adequação do prédio e a construção ficou a cargo da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). Os ambientes internos foram compartimentados em três salas de aula, para atender a três turmas, com sanitário adaptado ao público infantil.

“Essa é aquela obra pequena, mas que enche a gente de alegria e satisfação. Uma obra simples. São 230 metros quadrados. Na verdade, nós fizemos uma grande reforma, porque era um espaço minúsculo, sem nenhuma condição. Ampliamos para 230 metros quadrados. Uma obra com um alcance social fantástico”, acrescentou o diretor-presidente da Novacap, Fernando Leite.

Coordenadora da regional de ensino de Planaltina, Raíssa Matos Monteiro comentou a importância da unidade de ensino para a comunidade. “Essa creche tem uma grande responsabilidade social, onde as famílias vão poder deixar o seu bem mais precioso, que é seu filho, para ter esse momento de socialização nesse ambiente acolhedor, prazeroso e cheio de crianças para que elas possam conviver e aprender”, destacou.

“Essa creche representa muito para a comunidade. Aqui temos 4 mil moradores, é a primeira creche rural de Planaltina, que é a cidade com a maior área rural do DF”, acrescentou o administrador de Planaltina, Wesley Fraga.

Educação de base

O diretor da Creche Núcleo Rural Pipiripau II, Orlei Rofino de Oliveira, afirmou que já existe uma demanda de cerca de 100 crianças no novo jardim de infância. “O Centro Educacional (CED) do Pipiripau II já atende de 4 anos até o ensino médio, então a creche veio para completar esse espaço que existia na educação básica e infantil aqui na nossa região”, ressaltou.

A comunidade do Pipiripau é constituída por chacareiros, moradores de assentamentos, acampamentos e pré-acampamentos de movimentos sociais. “Nós temos muitas famílias que dependem dos equipamentos públicos, da escola, do posto de saúde, da Emater e da própria creche”, continuou o diretor.

Orlei ressaltou que a creche vai ser muito importante para as famílias, especialmente para as alunas da escola pública que já são mães poderem estudar e terem com quem deixar as crianças. “É um momento especial e importante para a comunidade e a gente só tem a agradecer ao GDF, à Secretaria de Educação e à Coordenação Regional de Ensino de Planaltina”, declarou.

Mais 5,3 mil vagas em creches

A atual gestão trabalha na entrega de 33 creches e na consequente abertura de 5,3 mil vagas no ensino infantil. Para tanto, o GDF investe R$ 151 milhões nessas obras. Serão 300 salas de aula a mais para atender alunos e alunas da rede pública.

Vale lembrar que, desde 2019, oito creches foram entregues – contando a de hoje –, três estão prontas, 11 estão em obras e outras 11 em fase de contratação/licitação. Dessa forma, o governo fortalece a ampliação do atendimento a crianças de até 3 anos. Esse é o grande gargalo da educação, com cerca de 14 mil crianças à espera por uma vaga.

Os chamados Centros de Educação da Primeira Infância (Cepis), popularmente chamados de creches, abriram as portas para alunos de Ceilândia, Samambaia, Lago Norte e Sol Nascente/Pôr do Sol. Hoje, o GDF entregou a unidade no Pipiripau e há unidades prontas no Jardim II, no Paranoá, em Ceilândia, na EQNP 8/12, e em Planaltina, na Quadra 23.

Além das unidades entregues ou em obras, a Secretaria de Educação lançou, em 2021, o programa Cartão Creche, por meio do qual os pais recebem um valor para pagar a mensalidade nas instituições credenciadas. Atualmente, o cartão atende cerca de 5 mil alunos e, em 2022, o projeto contou com R$ 28 milhões em recursos.

Com informações da Agência Brasília

Por Redação do Jornal de Brasília Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília / Reprodução Jornal de Brasília

Posts relacionados