terça-feira, 23 de abril de 2024
publicidade publicidade

Às vésperas da festa da Padroeira do Brasil, cabos da Catedral são furtados

Fios de cobre foram retirados dos refletores instalados no espelho d’água. Ações de ladrões são recorrentes na igreja

A Companhia Energética de Brasília (CEB) trabalha para restabelecer a iluminação do espelho d’água da Catedral Metropolitana de Brasília Nossa Senhora Aparecida, no Eixo Monumental. Recentemente, foram furtados 200 metros de cabos de cobre com 4 vias de 10 mm², utilizados para iluminar um dos ícones da arquitetura moderna do país e um dos principais pontos turísticos da capital federal. A ação de bandidos é recorrente no local.

A substituição da fiação começou nesta quinta-feira (5) e mobiliza sete eletricistas, um engenheiro e um técnico de segurança. Concluída a reposição, a equipe verificará se o furto causou algum dano aos projetores e, se necessário, irá executar reparos adicionais.

Antes da instalação dos novos cabos, ocorreu a limpeza do espelho d’água. O trabalho uniu esforços do programa GDF Presente e da Companhia de Urbanização da Nova Capital (Novacap). Foram utilizados cinco caminhões pipa, sendo que cada um comporta entre 15 mil e 20 mil litros de água.

O coordenador do Polo Central 3, Alexandro César Araújo, afirma que o principal objetivo é preparar a igreja para a festa de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil e de Brasília, cujo dia é comemorado em 12 de outubro. “É uma das festas mais importantes da capital. Por isso, trabalhamos também na reforma e na capina das calçadas e meios-fios, e na limpeza de toda a área. É essencial entregar um espaço adequado para os fiéis que vêm para acompanhar a festa e para os comerciantes e artesãos que trabalham na região”, afirma.

“A Catedral é a mãe de todas as igrejas e a missa do dia 12, feriado nacional, para nós é a festa mais importante do DF, religiosamente falando” Agenor Vieira, pároco da Catedral de Brasília

Projetada por Oscar Niemeyer e inaugurada em 31 de maio de 1970, a Catedral Metropolitana de Brasília é um monumento histórico e artístico nacional. O campanário foi idealizado para ser a torre da igreja. Já o espelho d’água, além de ser decorativo, auxilia na refrigeração do interior da Catedral, garantindo a umidade do espaço.

“A Catedral é a mãe de todas as igrejas e a missa do dia 12, feriado nacional, para nós é a festa mais importante do DF, religiosamente falando. Neste ano, esperamos reunir mais de 100 mil fiéis na Esplanada dos Ministérios para a festa de Nossa Senhora Aparecida”, afirma o padre Agenor Vieira, pároco da Catedral de Brasília.

O furto de cabos de energia é crime e causa prejuízos para a população. De janeiro a agosto deste ano, já houve o extravio de cerca de 57 mil metros de fiação. O prejuízo chega a R$ 1,7 milhão. Já no ano passado, foram furtados mais de 45 mil metros de fios, causando despesa superior a R$ 1 milhão.

A CEB Ipes, empresa responsável pela iluminação pública na capital federal, registra, em ocorrências policiais, todos os episódios de furtos de cabos ou danificação dos postes. A investigação e a repressão dos crimes são de responsabilidade das polícias Civil (PCDF) e Militar (PMDF). Denúncias podem ser feitas pelo número 190 ou no batalhão mais próximo da residência. O sigilo é garantido.

Por Agência Brasília

Foto: Tony Oliveira/ Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília

Posts relacionados