sábado, 20 de abril de 2024
publicidade publicidade

Projeto Empreendedor LGBT valoriza iniciativas no segmento

Secretaria de Justiça do DF apoia trabalhos ligados à causa promovendo exposições de produtos no Espaço Cidadania Criativa, na Galeria dos Estados

O Espaço Cidadania Criativa, da Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus-DF), recebe o projeto Empreendedor LGBT até 7 de julho, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. O local reúne empreendedores ligados à causa LGBT, com intuito de fomentar o setor e dar visibilidade a esses empresários.

“Essa é mais uma iniciativa de apoio ao cidadão, que contempla ações ao longo do ano, com o objetivo de trabalhar direitos humanos e valorizar segmentos da sociedade. Neste mês, a Sejus cria oportunidades para o protagonismo e representatividade LGBT”Marcela Passamani, secretária de Justiça e Cidadania

O local fica na Galeria do Estados, situado nas passagens subterrâneas que unem o Setor Comercial Sul (SCS) ao Setor Bancário Sul (SBS). A Subsecretaria de Políticas de Direitos Humanos e de Igualdade Racial (Subdhir), da Sejus, é responsável pela administração do espaço, com objetivo de apoiar ações em prol da defesa dos direitos humanos e igualdade racial, entre outras.

“Essa é mais uma iniciativa de apoio ao cidadão, que contempla ações ao longo do ano, com o objetivo de trabalhar direitos humanos e valorizar segmentos da sociedade. Neste mês, a Sejus cria oportunidades para o protagonismo e representatividade LGBT”, destaca a secretária de Justiça e Cidadania do Distrito Federal, Marcela Passamani.

As ações do Empreendedor LGBT começam neste mês em alusão ao Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ (lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros, queer, intersexuais e assexuais). A data ficou marcada pela Rebelião de Stonewall Inn (EUA), ocorrida em 28 de junho de 1969. Na época, houve revolta contra invasões da polícia de Nova York a bares que eram frequentados por gays.

O Empreendedor LGBT terá entre cinco e seis representantes por semana, expondo no Espaço Cidadania Criativa. “A proposta cria oportunidade de expor os trabalhos em um espaço físico de boa circulação de pessoas, aprofundar na dinâmica de atendimento ao público e trabalhar em comunidade”, explica a subsecretária de Políticas de Direitos Humanos e de Igualdade Racial, Sueli Vieira.

O local reúne produtos artesanais, artigos LGBT, vestuário, calçados, obras de artes e fotos, entre outros. A semana dos dias 26 a 30 deste mês ainda tem vagas para expositores. Os interessados devem entrar em contato para verificar as informações sobre quais produtos podem ser expostos e detalhes do projeto.

– Telefone e WhatsApp: 2244-1305
– E-mail: coorlgbt@sejus.df.gov.br

Protagonismo negro

No mês de março, o Espaço Cidadania Criativa teve diversas ações para apoiar empreendimentos de mulheres pretas e pardas no Distrito Federal. A programação teve momentos com bate-papo, exposição de trabalhos e discussões sobre o mercado de trabalho e diversidade cultural.

*Com informações da Sejus-DF

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/Ascom Sejus-DF / Reprodução Agência Brasília

Posts relacionados