quinta-feira, 18 de abril de 2024
publicidade publicidade

Ministro cobra aéreas por passagens mais baratas

Silveira destacou que a redução no preço do QAV deve ser sentida no bolso do consumidor por meio do barateamento das tarifas

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, cobrou as companhias aéreas por redução nos preços das passagens. Nesta semana, a Petrobras reduziu o preço da QAV (querosene de aviação) em 12,6% -no ano, a queda no QAV chega a 35%. A queda no preço passou a valer a partir da última quarta-feira (1º).

Alexandre Silveira destacou que a redução no preço do QAV deve ser sentida no bolso do consumidor por meio do barateamento das tarifas. As declarações foram dadas durante visita ao Instituto Nacional do Semiárido, em Campina Grande (PB), nesta sexta-feira (2).

O ministro afirmou que o governo vai “cobrar de forma muito rigorosa” para que as aéreas não pratiquem preços abusivos frente à redução do valor do combustível. “Não basta um esforço nosso na diminuição de preço dos combustíveis se essas reduções não forem capturadas na ponta da cadeia. Ela [a redução] tem que chegar na ponta, tem que chegar na bomba, tem que chegar na passagem aérea”, afirmou o ministro.

Silveira ressaltou que a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) e a Anac (Agência Nacional de Aviação) vão fazer monitoramento em conjunto para garantir que as reduções sejam capturadas pelos consumidores.

O ministro também relatou que o governo está “trabalhando fortemente” para reduzir os preços dos combustíveis nos postos e do gás de cozinha.

Por FolhaPress via Jornal Brasília

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil / Reprodução Jornal de Brasília

Posts relacionados