domingo, 19 de maio de 2024
publicidade publicidade

Jean Paul Prates é demitido da presidência da Petrobras

Magda Chambriard substituirá Prates. Petrobras confirmou que recebeu de Patres o pedido para que o conselho da empresa encerre o mandato na presidência da estatal

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, foi demitido da estatal na noite desta terça-feira (14/5). Magda Chambriard foi o escolhido para substituir Prates. A informação foi dada primeiro pela coluna Malu Gaspar, do jornal O Globo, e confirmada pelo Correio.

Em nota à imprensa, a Petrobras confirmou que recebeu de Prates o pedido para que o conselho da empresa encerre o mandato dele na presidência da estatal.

Leia a nota na íntegra

“Petrobras informa que recebeu nesta noite de seu Presidente, Sr. Jean Paul Prattes, solicitação de que o Conselho de Administração da Companhia se reúna para apreciar o encerramento antecipado de seu mandato como Presidente da Petrobras de forma negociada. Adicionalmente, o Sr. Jean Paul informou que, se e uma vez aprovado o encerramento indicado, ele pretende posteriormente apresentar sua renúncia ao cargo de membro do Conselho de Administração da Petrobras. Fatos julgados relevantes serão tempestivamente divulgados ao mercado”.

De acordo com o blog da Natuza Nery, no Portal g1, Lula encontrou pessoalmente com Prates, nesta terça-feira, para efetuar a demissão. O presidente tomou a decisão após uma série de desentendimentos entre Prates e o governo, em especial com Alexandre Silveira, ministro de Minas e Energia. O Planalto também estaria insatisfeito com os resultados entregues pela Petrobras.

Quem é Magda Chambriard, a nova presidente da Petrobras

A futura presidente da estatal já atuou como diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP) entre 2012 e 2016, no segundo mandato da ex-presidente Dilma Rousseff. Antes disso, trabalhou como funcionária de carreira da Petrobras por 22 anos. Ela é mestre em Engenharia Química pelo Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe), ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). 

Por Ronayre Nunes e Pedro Grigori do Correio Braziliense

Foto: Ricardo Stuckert / PR / Reprodução Correio Braziliense

Posts relacionados