segunda-feira, 15 de abril de 2024
publicidade publicidade
  • Governo amplia cobertura de vacinação em órgãos públicos do DF

    Ação oferece aos servidores vacinas contra covid-19, gripe e outras doenças. Em maio, foram aplicadas cerca de 80 mil doses

    “A parceria visa fortalecer a cobertura da imunização às pessoas que não têm tempo no horário de expediente para se deslocar até as unidades de saúde” Flávia Lemes, responsável técnica pela área de vacinação da SES

    A Secretaria de Saúde (SES) ampliou a vacinação em órgãos públicos. Em junho, servidores do Distrito Federal terão a oportunidade de se imunizar no próprio ambiente de trabalho contra a covid-19, a gripe e outras doenças, a exemplo da antitetânica e difteria, tríplice viral, febre amarela.

    Nessa quinta-feira (1º), foi a vez do Senado Federal e dos ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia e Inovação. Ao todo, foram aplicadas 3.089 doses nos três órgãos. “A parceria visa fortalecer a cobertura da imunização às pessoas que não têm tempo no horário de expediente para se deslocar até as unidades de saúde”, explica a responsável técnica pela área de vacinação da SES, Flávia Lemes. “Como o evento é um circuito de saúde, trouxemos também as vacinas de rotina do calendário do Programa Nacional de Imunização”, complementa.

    O servidor do MEC Érico Meirala aproveitou a ação para atualizar o cartão de vacina. “A campanha de imunizar o pessoal nos órgãos é maravilhosa, porque se deslocar até o posto de saúde é complicado quando falta horário. Então, é muito bom quando a gente recebe a visita desses profissionais. Hoje tomei quatro vacinas: antitetânica, tríplice viral, bivalente e influenza”, conta.

    O mês de junho prevê ainda mais vacinação. Nos dias 6 e 7, membros do Tribunal de Contas da União (TCU), da Polícia Federal e do Palácio do Buriti poderão se imunizar no horário do expediente. Em 12 de junho, é a vez dos servidores da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Já nos dias 13 e 14 de junho, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) recebe os imunizantes.

    As parcerias dão continuidade ao trabalho da SES já realizado em outros órgãos, como o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministérios do Trabalho e Emprego (MTE) e da Saúde (MS), Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), a própria SES, entre outros. Só no MTE, foram quatro mil doses aplicadas.

    População protegida

    “Temos um compromisso de proteger a população do DF. Por meio dessas ações fora das salas de vacinação, levamos o imunizante para onde as pessoas estão. As parcerias com os órgãos ampliam ainda mais essa proteção e seguiremos com essa força-tarefa junto ao governo e à sociedade”Lucilene Florêncio, secretária de Saúde

    A força-tarefa da SES também está focada na população em geral. No último sábado (27), o Dia D de Vacinação aplicou 55 mil doses contra a covid-19, a gripe e outras doenças, como HPV, meningite, pólio, febre amarela, hepatite, entre outras. O objetivo da ação foi facilitar o acesso e estimular a imunização em todas as faixas etárias.

    Foram mais de 80 locais disponíveis em todo o DF. Profissionais de saúde estiveram espalhados por shoppings, estações de metrô, universidades, administrações regionais e unidades básicas de saúde (UBSs).

    O Dia D foi fruto de uma colaboração entre a SES e a Associação de Empresários de Vicente Pires, além do Centro Universitário Planalto do Distrito Federal (Uniplan), Centro Universitário de Brasília (Ceub), Universidade Católica de Brasília (UCB) e o Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb).

    As iniciativas itinerantes colocadas em prática durante todo o mês de maio, incluindo o Dia D, possibilitaram a aplicação de cerca de 80 mil doses em órgãos públicos, unidades de saúde, shoppings, supermercados, zonas rurais, residências, escolas, eventos e veículos de comunicação.

    “Temos um compromisso de proteger a população do DF. Por meio dessas ações fora das salas de vacinação, levamos o imunizante para onde as pessoas estão. As parcerias com os órgãos ampliam ainda mais essa proteção e seguiremos com essa força-tarefa junto ao governo e à sociedade”, destaca a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio.

    Vacinação no trabalho

    Os órgãos públicos interessados em levar a vacinação aos seus servidores devem entrar em contato com a SES por meio de ofício e solicitar a parceria, a fim de combinar a logística e a execução da ação. “Os postos oferecem as vacinas, mas as pessoas às vezes não se deslocam até o local e a gente tem percebido que, quando realizamos esse trabalho conjunto com vários órgãos, o alcance e a adesão são enormes”, afirma Flávia Lemes.

    Serviço
    Vacinação em órgãos públicos
    Confira as próximas datas:
    → 6 e 7 de junho – TCU
    → 6 e 7 de junho – Polícia Federal
    → 6 e 7 de junho – Palácio do Buriti
    → 7 de junho – Academia de Polícia Federal
    → 12 de junho – EBC
    → 13 e 14 de junho – STJ

    *Com informações da Secretaria de Saúde

    Por Agência Brasília

    Foto: Tony Winston/Agência Saúde / Reprodução Agência Brasília

    Posts relacionados